Gênios incompreendidos

Toda vez é o mesmo mimimi: às vésperas da Copa, jogadores do mundo todo se unem contra a pobre bola desenvolvida para o Mundial.

“Sobrenatural” e “bola de supermercado” foram algumas das críticas mais criativas dirigidas à Jabulani – ou “Jaburu”, como prefere o nosso goleiro Julio César.

Os reclamões dizem que a bola é rápida demais e faz muitas curvas – a mesma ladainha que já ouvimos em 2006, 2002, etc… ou seja, daqui a umas duas Copas, você nem vai conseguir ver a bola pela TV quando o Ganso (tomara!) soltar a bomba de fora da área.

Enfim, a propriedade com que os boleiros falam da velocidade da nova gorduchinha me faz ter certeza de que a Adidas tem um controle muito avançado sobre tecnologias de propulsão supersônica ou algo do tipo. Talvez fosse melhor negócio desenvolver, em vez de bolas, motores para a Formula 1.

Clientes não iriam faltar. Imagina só a alegria do Rubinho – um gênio tão incompreendido quanto o engenheiro de bolas da Adidas – ao vislumbrar uma nova oportunidade (sim!!!) de ser campeão mundial!

Barrichello de Adidas já!!!

 

Rubinho aceitou ser o novo garoto propaganda da Jabulani:

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Conclusões do Rosa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s